terça-feira, 21 de julho de 2009

Papa ovo ou farinhada caseira





Terminaram as criações de canários, algumas aves já entraram na muda da pena. Este ano relativamente aos anteriores obtive bastantes canarios branco recessivo. Se a muda correr bem pela primeira vez poderei levar a concurso uma equipa de brancos recessivos.

Normalmente aponto numa folha de calculo todas as despesas com este passatempo da criação de canarios. O balanço no final da época é sempre negativo, tenho verificado um contínuo aumento de preços tanto nas sementes como na papa e nos complementos. Também por vezes vale a pena comparar preços do mesmo produto em varios fornecedores.

Muitas vezes a propaganda leva-nos a comprar produtos que são dispensáveis ou substituíveis por mais baratos e melhores. No mercado existem papas comerciais proprias para canários brancos recessivos. São ricas em vitamina A e não contém ovo nos seus ingredientes. Os argumentos a favor destas papas é que compensa a carencia da Vitamina A e inibe a deposição de pigmentos nas penas.

Utilizo a largos anos com bons resultados a papa de ovo Cê-Dê para canários. Ultimamente no meu fornecedor habitual o preço tem aumentado bastante, neste momento pago 4,70 euros por 1 kg. Manda o bom senso que em equipa que ganha não se mexe, mas os tempos são de crise e as revoluções e as novas ideias surgem nestas ocasiões. Durante muito tempo tenho lido e ouvido falar em papas caseiras feitas pelos criadores. Tomei a decisão de durante a muda da pena introduzir uma nova papa. Recentemente aventurei-me a confeccionar uma receita de um criador italiano Franco Monopoli. A receita é a seguinte:

Ingredientes:

4 ovos grandes
1 litro de leite meio gordo
4 colheres de sopa de vinagre de cidra acidez 5-6%
300 gramas de pão ralado
10 a 20 gramas de um multivitaminico em pó

Utensílios:

1 fervedor ou panela inox
1 copo
1 coador em rede metálica
1 picadora eléctrica para misturar os ingredientes

Preparação:

1 – Cozer 4 ovos e depois retirar as cascas.
1.1-No período de reprodução usar os 4 ovos inteiros.
1,2-No período de repouso usar as 4 partes brancas e só 2 amarelas. (As partes brancas correspondem a parte solida das claras e a parte amarela é a parte solida da gema do ovo.)
2-Recuperar a parte solida do leite
2.1-Ferver 1 litro de leite
2.2-Entretanto preparamos um copo com 4 colheres de vinagre de cidra.
2,3-Quando o leite levanta a 1ª fervura viramos o copo de vinagre no leite.
2,4-Imediatamente veremos a formar-se a parte sólida do leite e esperamos pela 2ª fervura. Nesta altura viramos no coador o leite solidificado, enxaguamos este produto em agua corrente. Esprememos e apertamos bem para extrair o máximo de agua possível, para obtermos o que nos serve.
3- 300 gramas de pão ralado.
4- as vitaminas em pó
5- Meter tudo (pão ralado, vitaminas, ovos e leite solidificado) dentro de uma picadora. Picar até obter uma mistura homogénea semi húmida.
6- Guardar este alimento no frigorífico no máximo 4 dias. Oferecer a aves duas vezes ao dia e a noite retirar o que não for consumido.



Por uma questão practica resolvi executar a receita com os ingredientes desta tabela e por curiosidade acrescentei o custo de cada ingrediente.


Quantidade...... Ingrediente..........Custo
1.........................Ovo .......................0,10 €
250 ml..............Leite meio gordo..0,16 €
5 ml...................Vinagre de cidra..0,05 €
2,5 g..................Vitaminas.............0,10 €
75 g...................Pão ralado.............0,11 €


No final obtive 166 gramas de papa e gastei nos ingrediente 52 cêntimos o que equivale a 3,13 euros preço por quilo. Outra vantagem é de podermos controlar a frescura da papa e dos ingredientes.

O aspecto do produto final é de uma papa macia ligeiramente húmida de granulometria tipo areia fina. O cheiro a ovo misturado com o do leite solidificado é agradável. Os canarios no geral aceitaram bem, mas ainda é cedo para tirar outras conclusões. No período de repouso continuarei a habituar as aves a nova papa. A verdadeira prova será em 2010 na altura das criações, veremos se as canarias enchem e as crias saltam do ninho.


PS: Ao juntar o vinagre ao leite a ferver forma-se o leite coalhado (parte sólida), rica em caseína ácida, que contém 80% das proteínas do leite...
http://pt.wikipedia.org/wiki/Case%C3%ADna

8 comentários:

Matheus disse...

Puxa sensacional esse blog. Parabéns! gostei muito mesmo de todos os seus artigos; continue assim... em especial essa receita da farinhada caseira muito legal. eu tbm sou um pequeno criador e estou começando agora, aprendi bastante com vc. Espero que sempre tenha novidades para gente! :)
VLW

Henrique disse...

olá.Sou brasileiro.Te faço uma pergunta:Posso substituir a vitamina em pó por liguida?,pois já tenho em casa.Obg.

armmoreira disse...

Aconselho a vitamina em po, pois é mais estavel. A vitamina liquida deve ser usada na bebida.

Anónimo disse...

Boas sr armando.
na sua papa que vitaminas em po utiliza?

abraço pedroportugal

armmoreira disse...

Ola Pedro!

uma vitamina que eu considero muito completa é a PRIME da hagen, mas existem outras menos completas e mais baratas.

Cumpts,

AM

matheus disse...

então ñ poderia substituir as vitaminas em pó por vita gold?

matheus disse...

então ñ poder subtituir a vitamina em pó por vita gold?

armmoreira disse...

Matheus, pode ser. As vitaminas é para enriquecer a farinhada. No Brasil pode usar Aminomix durante a alimentação dos filhotes. Para preparação dos casais e antes da postura tem um produto muito bom em liquido o Promater, este deve ser agitado antes de usar, pois é oleoso e depois misturar muito bem para aderir a farinhada.